Skip to content
24/07/2011 / Segue-me Alexânia

Ser Seguemista é ser jovem

Sangue Seguimista

Algum tempo atrás eu me perguntava: o que leva alguém a se doar em prol de uma pessoa ou uma situação?

 Hoje eu visto uma camiseta verde, que, para mim, faz a total diferença. Frequento um local onde eu sou exatamente como deveria ser. As pessoas me olham de uma maneira diferente, talvez não pelo jeito que eu trato as minhas coisas, mas pelas coisas que eu faço ou deixo de fazer.

É interessante, porque quando falo que vou pra tal lugar, ver algo católico, as pessoas pensam que sou de outro mundo. Talvez por que eu seja jovem ou então porque devido à minha idade, eu devesse ser “sem noção”, inconsequente ou, também, não ligar para nada a não ser para as coisas que no mundo de hoje oferece, tais como “rolês” em que fazemos de tudo sem medir nossos atos.

Um dia me perguntaram se eu sinto falta de fazer coisas que todas as outras pessoas fazem, ou então se eu não sentia falta de “zoar” de uma maneira diferente e deixar com que a minha presença fosse notada com algumas atitudes que, no meu ponto de vista, são totalmente erradas. E no meu consciente veio uma resposta para tudo isso, um pouco mais séria ou mais “seca”, que fez com que a pessoa pensasse, não mais na maneira com que eu regia minha vida, mas na maneira com que ela regia a dela.

Foi mais ou menos assim: “Desculpe, pra mim eu não sou diferente de ninguém só faço algumas coisas que, na minha opinião, são essências, coisas que muitas vezes ajudam a salvar vidas. Eu não sei o que você tem feito e, de verdade, eu nem quero saber, você pode estar envolvido com  qualquer coisa, mais uma coisa vou te dizer: quando você sentir um amor inexplicável pelas pessoas ao seu redor e começar a amar sua família, independente dos problemas; tratar os seus amigos de uma maneira digna, ser capaz de se doar para ajudar os outros e parar de ser mesquinho e egoísta; quando você passar a respeitar o que você tanto diz que ama e que está perto de você sejam amigos, familiares, namorado ou namorada; e parar de agir como as pessoas querem que você haja, eu acho que aí sim você vai poder sentir um pouco do que eu sinto e compreenderá o que me preenche. Então, só faltará uma coisa que na minha vida é essencial: amor de Deus.

Amar uma família que tem pessoas de diversas cores, idades, pensamentos e estilos, pessoas que teriam tudo pra HOJE desistir da vida, mas ao invés disso lutam e unem-se fazendo com que a VIDA dela seja um exemplo pra vida de todos. Ai eu posso falar que você pode sentir um pouco do que é ser um SEGUEMISTA eu espero que um dia você esteja conosco, se não estiver só espero que você lute pelo o que é certo e que faça a sua vida “valer a pena”.

Naquele dia eu olhava o quanto eu cresci e o quanto eu mudei eu não consigo mais sair disso porque quando falam que você conhece o amor de DEUS e realmente se doa você não consegue dar as costas.

Hoje eu tenho em minha vida, no meu sangue e mais do que isso dentro de mim um sangue um pouco diferente, um sangue que eu prefiro chamar de Sangue Seguemista.

 

13/03/2011 / Segue-me Alexânia

Não desista nunca

Sempre há muitos desafios, surpresas, tristezas e alegrias…

A vida é feita assim, às vezes nos deparamos com situações que nos afligem, nos fazem sentir medo e até mesmo chorar, mas saiba que a cada momento da vida, cada lágrima caída, cada sorriso dado, está tudo anotado no diário de Deus.

E pode ter certeza que nem um segundo Ele esqueceu de anotar, anotou suas lutas, seus choros, mas com um detalhe, Ele não esqueceu de anotar o dia de sua vitória!

Não desista de teus projetos e sonhos porque antes mesmo deles serem projetados por você, já foi projetado e anotado por DEUS!

Não desista nunca, Deus está contigo!

18/02/2011 / Segue-me Alexânia

REAVIVAR


11/02/2011 / Segue-me Alexânia

30/01/2011 / Segue-me Alexânia

Encontro com Deus

Encontro com Deus

 

De repente Deus me parece tão distante…
tão imenso, tão perfeito, tão inatingível…
Sou tão pequeno, tão longe da perfeição.
E é com muita humildade que me dirijo a Ele, buscando alcançá-Lo com minhas preces sinceras.
Fecho os olhos e pareço vê-Lo.
Não, é uma ilusão… E me sinto tão só.
Ouvi dizer que é nas coisas simples que Ele está.
Que vive dentro de mim.
E procuro tocá-Lo, cada vez em que penso estar agindo conforme Seu agrado.
Mas não percebo nada.
Nenhuma luz a me ofuscar a vista,
nenhum arrebatamento ou sensação incomum.
Então penso: Não sou digno Dele
e por isso não Se apresenta a mim.
Hoje percebi que esta busca é inútil.
Ou mais do que isso: desnecessária.
Deus não se alcança, se apreende.
Não será num dia longínquo que nosso encontro se dará.
A separação nunca existiu.
A não ser nos meus enganos.
Basta que eu esteja consciente no meu agir,em profunda conexão com aquilo que faço e Ele estará ali.
Os momentos em que me distancio são aqueles em que me desvinculo de mim mesmo e meus atos se tornam mecânicos, automáticos.
Mas, no mesmo instante em que restauro a ponte, sua presença se torna incontestável.
Quando viver é fruto do sentir e o sentir abre novas possibilidades para perceber o atendimento às necessidades do outro como um trabalho que precisa ser feito, por pura lei de compensação,
então Deus vive nestes atos.
E não será preciso procurá-Lo.
Nem Ele virá ao nosso encontro porque nunca saiu dali.
Não penses que o teu encontro com Deus
está marcado para o dia em que fores melhor e mais perfeito.
Ele acontece todos os dias, em todos os momentos da tua vida.
Abra os olhos e perceberás.

 

Segue-ME

21/01/2011 / Segue-me Alexânia

Mensagem Biblica

13/01/2011 / Segue-me Alexânia

Dom Manoel Pestana

Nascimento: 27 de abril de 1928, em Santos (SP).
Ordenação Sacerdotal: 05 de outubro de 1952, em Roma (Itália).
Nomeação Episcopal: 30 de novembro de 1978.
Ordenação Episcopal: 18 de fevereiro de 1979, em Santos – SP.
Tomada de Posse: 11 de março de 1979.
Bispo Emérito: 09 de junho de 2004.
Lema: “In Te Projectus” 

ESTUDOS

  • Filosofia: Seminário Maior Central Ipiranga, São Paulo – SP (1946-1948).
  • Teologia: Pontifícia Universidade Gregoriana, Roma – Itália (1949-1953).
  • Especialização: Estudo de problemas brasileiros, Universidade Federal do Rio de Janeiro (1972).

ATIVIDADE ANTES DO EPISCOPADO

  • Coadjutor de São Vicente Mártir, Santos – SP (1953-1959).
  • Professor (1955-1971) e Diretor (1960-1971) da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Santos – SP.
  • Assistente de JEC, JUC, Cursilhos e ENS, Santos – SP.
  • Professor (1972-1978) e Diretor da CECA (1974-1978) da Universidade Católica de Petrópolis – RJ.
  • Assistente dos Cursilhos, ECC e Pastoral Universitária, Petrópolis – RJ.
  • Professor de curso de filosofia no Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro – RJ (1974-1978).

ATIVIDADES COMO BISPO

  • Bispo de Anápolis – GO (1979-2004).
  • Responsável pela Pastoral Familiar do Centro Oeste da CNBB.
  • Professor do Seminário Maior Diocesano e do Institutum Sapientiae do Mosteiro de Santa Cruz.
  • Professor da Faculdade de Filosofia de São Miguel Arcanjo, Anápolis – GO.
  • Professor do Instituto Católico de Teologia Sto. Tomás de Aquino, Anápolis – GO.
  • Programa semanal “A voz do bispo” nas rádios São Francisco e Voz da Imaculada, Anápolis – GO.
  • Programa semanal “Cristo em sua vida”, na TV Tocantins.

Dom Manuel

“Muito obrigado por ter contribuído com o 1º Segue-Me Alexânia”

“Que Deus te ilumine, nos amamos muito você”

“Saudade e muita gratidão”

Família  Segue-ME

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.